O Cooperativismo e a realidade do mercado de trabalho.

Anualmente muitas pessoas são excluídas do mercado de trabalho devido aos avanços tecnológicos. Qualquer atividade laboral demanda um mínimo de conhecimento de informática. Os jovens ao chegarem no mercado de trabalho também tem dificuldades para efetivar seu posto de trabalho, na maioria das vezes por despreparo na fase do ensino fundamental. Programas como Jovem Aprendiz e nos estágios nas empresas também são importantes para o seu desenvolvimento profissional.

Tanto na exclusão do trabalhador por insuficiente técnica ou por substituição do trabalhador pela máquina, como nos jovens que por alguma insuficiência da sua formação básica ou fundamental os deixou com semelhantes dificuldades, fora do mercado de trabalho.

O modelo cooperativista pode ajudar ou até solucionar esta questão vital que é  o trabalho, fonte de sustento e necessário para o desenvolvimento social e econômico das pessoas, suas famílias e sua comunidade.

As cooperativas de trabalho, seja para atividades de produção ou de prestação de serviço, são formas de amenizar esta demanda pelo trabalho. Para que isto ocorra é necessário que as pessoas tenham acesso ao conhecimento do modelo cooperativista. Basta que alguém ou algum órgão público se habilite para tal.

(Edson Luiz Doncatto – Presidente do IBRASCOOP )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s